CONTROLE SOCIAL
Projeto municipal quer proibir venda de bebida alcoólica perto de universidade em São Paulo
Objetivo é diminuir o consumo; proposta não leva em conta o livre arbítrio
Da Redação - 25/02/2014 - 09h58

Bebidas alcoólicas podem ter sua venda proibida nas proximidades de universidades, escolas públicas e particulares na cidade de São Paulo. É o que prevê o Projeto de Lei 7/2014, da vereadora Sandra Tadeu (DEM).

Na justificativa, a parlamentar salienta que o objetivo do projeto é diminuir o consumo de álcool entre os jovens, que muitas vezes se aglomeram em bares e quiosques próximos às instituições de ensino. Pela proposta, fica proibida a venda em um raio de 150 metros destes estabelecimentos. Ela não comenta o fato de os estudantes serem maiores de idade e terem o direito de consumir o produto.

Uma pesquisa realizada pelo IBGE em 2013, com estudantes, apontou que mais da metade dos adolescentes brasileiros já experimentou alguma bebida alcoólica. Além disso, 31,7% deles tomaram a primeira dose com 13 anos ou menos, e 21,8% ficaram embriagados.

De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), o consumo excessivo de álcool na adolescência tem consequências no rendimento escolar, pode gerar acidentes, violência e outros comportamentos de risco como uso de drogas ilícitas, tabagismo e sexo desprotegido.

Deixe seu comentário


Apoiadores
Siga a Última Instância