LITORAL DE SP
MPF instaura inquérito civil por irregularidades no transporte de pessoas com mobilidade reduzida
Procedimento abrange quatro municípios do litoral norte de São Paulo e teve origem a partir de representação feita por cidadão
Da Redação - 22/07/2014 - 12h24

O MPF (Ministério Público Federal) em Caraguatatuba instaurou inquérito civil público para fiscalizar e apurar eventuais irregularidades no transporte público de pessoas com mobilidade reduzida nos municípios de Caraguatatuba, São Sebastião, Ubatuba e Ilhabela.

Foto: Antônio Cruz/ABr
As empresas que prestam os serviços de transporte devem esclarecer quantos veículos são adaptados

 O procedimento teve origem a partir de representação feita por um cidadão com deficiência. Ele procurou o Ministério Público e indicou a baixa qualidade do serviço público de ônibus, especificamente em Caraguatatuba. A apuração foi estendida para os demais municípios da área de atribuição da PRM.

Foram expedidos ofícios para os quatro municípios para que seja esclarecido se são feitas vistorias nas frotas das empresas responsáveis pelo transporte coletivo. Já em relação às empresas que prestam o serviço, elas devem informar quantos veículos estão adaptados à acessibilidade de cadeirantes, se estão em boas condições de uso e se os funcionários recebem treinamento para operar tais equipamentos.

Deixe seu comentário


Apoiadores
Siga a Última Instância