Quarta-feira, 26 de abril de 2017

Roberto Jefferson

Ex-deputado federal é condenado a 7 anos de prisão e multa de R$ 740 mil

Por Paulo Cezar Monteiro

O ex-deputado federal Roberto Jefferson foi condenado pelo STF (Supremo Tribunal Federal) a sete anos e 14 dias de prisão, além de multa que passa de R$ 740 mil em valores não atualizados. 

As denúncias, apresentadas por Jefferson, de que existiria o esquema de pagamento de quantias em dinheiro em troca de apoio político, deram início ao caso que ficou conhecido como mensalão. Durante o julgamento, a sua defesa criticou a ausência do ex-presidente Lula na lista dos acusados.

O STF  não aceitou a tese, apresentada pelo ex-deputado, de que o dinheiro recebido era para o pagamento de despesas de campanha. Sobre essa questão, o ministro Gilmar Mendes, acompanhando o entendimento dos outros ministros, avaliou que a defesa dos réus “se viu obrigada a admitir um crime menor [o de caixa dois], mas não se trata de um crime menor dada a sua gravidade. A destinação [do dinheiro, no entanto] não estava associada às mais das vezes com despesas de campanha”.

A defesa de Jefferson pediu a absolvição do réu alegando “falta de provas” que comprovassem o recebimento de dinheiro ilícito. Ela argumentou que os R$ 20 milhões recebidos pelo ex-deputado federal foram o resultado de acordo partidário para as eleições municipais de 2004, negando que tenha sido pagamento em troca de votos a favor das reformas da previdência e tributária.