Fenalaw 2013 -

domingo, 25 de junho de 2017

Logística jurídica pode ser tema da Fenalaw 2014

22 de outubro de 2013

Por Luíza Giovancarli

A Fenalaw 2013 chegou ao fim, mas os preparativos para o próximo evento já começaram. Para a próxima edição, um dos temas cotados para ser trabalhado durante o evento é logística jurídica. “É provável que a gente venha trabalhar alguma coisa em relação ao conteúdo de logística jurídica em 2014 porque isso é uma coisa que interessa tanto os participantes do Congresso quanto os nossos expositores”, afirma Juliana Montez, gerente de projetos e responsável pela Fenalaw 2013.

Leia também
Fenalaw apresenta soluções tecnológicas para o mercado jurídico
Manutenção de correspondentes confiáveis exige esforços dos advogados
Fenalaw 2013 termina com avaliação satisfatória dos participantes
Gestão de pessoas aumenta rentabilidade de escritórios de advocacia

Mas afinal, o que se entende por logística jurídica? São serviços que podem ser executados para diminuir o tempo gasto de trabalho e facilitar a dinâmica dos negócios. Hoje, a logística consiste em contratar profissionais ou equipes externas ao escritório para dar um suporte em algumas tarefas que não são estritamente da área de advocacia, ou seja, que podem ser executadas por outras pessoas para que o escritório ou departamento tenha mais tempo de administrar seu trabalho em Direito. São exemplos dessas tarefas a ida a fóruns, verificação de andamento de processos, busca de arquivos, digitalização de processos, retirada de documentos etc. O serviço de logística hoje é contratado principalmente por grandes escritórios que possuem grande volume de trabalho, mas escritórios menores já estão iniciando um processo de contratação destes serviços.

Vale destacar que o serviço de logística jurídica vai além da contratação de um profissional externo ao escritório que cumpra um papel de correspondente. Hoje, tal trabalho consiste em aplicar estrategicamente práticas que possam até mesmo melhorar a posição do escritório ou departamento jurídico no mercado. Por ter o tempo dedicado à verificação de processos e outras atividades e por conseguir centralizá-las, o profissional externo tem a possibilidade de pensar melhor na execução de tais tarefas e pensar qual a melhor forma de trabalhá-las, o que também pode ser feito por meio de análises de relatórios personalizados. Pode-se até mesmo pensar em formas de reduzir o volume destas ações. Além disso, as empresas de logística jurídica atuam para padronizar os documentos e até mesmo a forma de atuação ao realizar serviços em público, ou seja, existe uma padronização dos procedimentos, o que torna o trabalho mais profissional.

A necessidade de buscar alternativas para reduzir o tempo de trabalho burocrático dos escritórios e departamentos faz com que cada vez mais os serviços de logística jurídica cresçam no mercado, o que mostra que são uma tendência que veio para ficar.

Tags: , ,

Comentários